Se você decidir negociar em uma bolsa de valores, você tem duas maneiras. O primeiro é confiar no gerente. Este método é adequado para aqueles que não têm tempo ou desejo de investir por conta própria. A segunda opção é fazer tudo sozinho: desenvolver uma estratégia para investir dinheiro e assumir a responsabilidade pelas transações.

No entanto, simplesmente entrar na bolsa de valores e negociar por conta própria não funcionará. Você precisará de um corretor intermediário entre o investidor e o emissor, ou seja, entre você e a empresa cujos títulos você planeja comprar. Um corretor é uma empresa que possui uma licença para operar no mercado de ações e tem o direito de negociar valores mobiliários para um investidor.

Como interagir com um corretor?

Faça um contrato com um corretor. Examine os Termos do contrato de serviço de corretagem. Como regra, os corretores publicam um contrato modelo com tarifas em seu site. Se os preços e outras condições lhe agradarem, você pode concluir um contrato no escritório do corretor ou enviar documentos autenticados pelo correio. Você também pode executar um contrato usando a identificação remota.

Abra uma conta com o corretor e coloque dinheiro nela. Depois disso, o Corretor poderá comprar valores mobiliários para você. É mais lucrativo criar uma conta de investimento individual (IIS) que permita economizar em impostos.

Crie uma conta de Valores Mobiliários. Os títulos que você compra devem ser contabilizados em algum lugar. Para fazer isso, abra uma conta de Depósito (uma conta para Contabilidade de Valores Mobiliários) no depositário. Um depositário pode ser uma empresa separada que não é relevante para o seu corretor. Mas muitas vezes, além da licença de corretagem, o corretor tem um depósito e combina essas duas funções.

Agora você está pronto para negociar na bolsa de valores — você pode dar instruções ao corretor para comprar e vender títulos. Isso pode ser feito por telefone, on-line — com a ajuda de um programa especial — terminal de negociação ou através do aplicativo móvel do corretor.

O corretor, em seu nome, realiza operações no mercado de ações. Além do dinheiro para a compra de Valores Mobiliários, uma comissão é deduzida da conta da Corretora — uma taxa para o corretor ajudá-lo a realizar essas operações.

Com a ajuda de um corretor, você pode retirar dinheiro para sua conta bancária. Eles também podem receber uma comissão por isso. O corretor calculará e manterá o imposto sobre sua renda. Para residentes da Federação Russa (ou seja, para pessoas que estão no território da Federação Russa por pelo menos 183 dias durante o ano), é 13%, para não residentes — 30%.

Além da Comissão de corretagem, outras despesas podem esperar por você em cada transação. Por exemplo, aumento de impostos ao investir em títulos estrangeiros.

Antes de aceitar a ordem para a operação, o corretor é obrigado a alertá-lo sobre todos os custos possíveis.

O intermediário também deve informá-lo sobre os preços atuais de oferta e demanda dos instrumentos financeiros selecionados. Alguns papéis podem ser ilíquidos-ou seja, será difícil encontrar um comprador neles.

O próprio corretor escolhe uma maneira de fornecer dados sobre custos adicionais. Pode ser apenas um link para a página do site dele. Certifique-se de que as informações sejam claras com antecedência e que você possa entendê-las rapidamente.

Se o corretor não relatar todas as nuances e você sofrer perdas por causa disso, terá o direito de solicitar o reembolso das perdas, inclusive através do Tribunal.

Há situações em que é importante fazer transações muito rapidamente. Então você pode se recusar a receber alertas de custos adicionais para que o corretor cumpra suas ordens imediatamente. Mas, neste caso, não será possível apresentar uma reclamação ao intermediário devido a perdas que serão associadas à falta de informações.

Como escolher um corretor?

É importante lembrar que o dinheiro em sua conta de corretagem não entra no sistema de seguro de depósito, ao contrário dos depósitos bancários. Portanto, sua tarefa é encontrar o corretor mais confiável.

O que estudar e o que verificar ao escolher um corretor:

Licença

Primeiro de tudo, verifique no diretório se o corretor tem uma licença de um participante profissional no mercado de Valores Mobiliários. Se não, são ilegais.

Verifique se o nome da empresa no registro corresponde exatamente ao que o corretor indica no contrato. Pode acontecer que o corretor lhe oferece para assinar um contrato com uma empresa estrangeira “afiliado”, que tem quase o mesmo nome. Concordar com essa oferta é muito arriscado. Se você entrar em um contrato com um corretor estrangeiro e ele violar seus direitos, terá que reivindicar seus interesses no país em que está registrado. O regulador russo, as agências policiais e o tribunal não poderão ajudá-lo.

Nos motores de busca “Yandex” e Mail.ru os sites oficiais de todos os intermediários financeiros com uma licença do Banco da Rússia são marcados em um círculo azul. Se o site do corretor não tiver essa marcação, eles são golpistas.

Desempenho financeiro

Examine a lista dos maiores corretores. Grandes volumes de negociação não garantem total paz de espírito, mas isso significa que a empresa tem muitos clientes e confia nele com capital significativo.

Reputação

Estude o site do corretor, leia as opiniões dos clientes na internet. Observe a história da empresa — se o nome dela estava relacionado a escândalos financeiros. Pesquise notícias financeiras — de repente, ouça algo interessante sobre seu corretor em potencial.

Risco

Antes de assinar um contrato com um corretor, leia o aviso de risco. Este documento detalha o que pode fazer com que você perca dinheiro ao negociar no mercado de Valores Mobiliários.

Condições

Estude cuidadosamente os Termos do serviço de corretagem. Preste atenção aos detalhes: comissões, datas de transferência de dinheiro, juros sobre empréstimos — se você planeja comprar papel às custas do corretor. Descubra se o corretor pode usar seu dinheiro e valores mobiliários para seus próprios fins. Descubra quanto as comissões crescerão se você o proibir de fazer isso.